Sentença

Pastor pega 20 anos por estuprar criança em igreja de Teresina

Na sentença, é determinada a prisão preventiva já que o réu não pode apelar em liberdade.

06/09/2019 07h27
Por: Nichollas Castro
45

Francisco Batista de Oliveira Filho, 62 anos, pastor de uma igreja evangélica, acusado de abusar de duas crianças de 4 anos, foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado sob a acusação de estupro de vulnerável.

A sentença é do juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 6ª Vara Criminal. Na sentença, é determinada a prisão preventiva já que o réu não pode apelar em liberdade.

O advogado do pastor, Jaylles Ribeiro Fenelon, alega que a prisão é consequência de uma perseguição dentro da igreja com a participação inclusive de Francisco Batista. O advogado já recorreu da decisão alegando que que a sentença foi omissa às alegações da defesa.

De acordo com a Polícia Civil, o fato aconteceu em fevereiro deste ano, dentro de uma igreja no Parque Brasil, Zona Norte de Teresina. Segundo o delegado Matheus Zannata, o pastor aproveitava que os familiares das crianças estavam assistindo o culto para praticar os abusos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Anúncio
whats-mensagem
Municípios
Rogério Pontes
Últimas notícias
Ghrupo-whasts
Mais lidas
Anúncio
Anúncio