Anúncio
Coronavírus

Wellington Dias decreta monitoramento de 200 limites territoriais do Piauí

Segundo o governador, as medidas são para prevenir a propagação do novo coronavírus no estado. “Todas as ações tomadas pelas nossas equipes são para salvar vidas”, destacou o governador.

19/03/2020 17h08
Por: Nichollas Castro
83

O governador Wellington Dias (PT) decretou no início da tarde desta quinta-feira (18) que os 220 pontos de limites do estado do Piauí sejam monitorados pelas forças policiais estaduais e federais.

Segundo o gestor, as medidas são para prevenir a propagação do novo coronavírus no estado. “Todas as ações tomadas pelas nossas equipes são para salvar vidas”, destacou o governador.

“Estamos tendo total controle de todas as entradas do estado e, para isso, vamos trabalhar com a Polícia Militar, vamos dialogar com o Exército, Marinha e vamos pedir a integração com as Guardas Municipais e Polícia Civil e, assim, possamos ter um controle. As medidas a partir de agora, serão enviadas para o cumprimento”, falou o governador.

Decreto de calamidade pública

O governador Wellington Dias assinou na tarde desta quinta-feira (19) decreto de calamidade pública devido a pandemia do novo coronavirus. O decreto proíbe o funcionamento de bares, restaurantes e shoppings no estado do Piauí.

De acordo com o governador Wellington Dias, o decreto foi necessário devido avanço do covid-19 no mundo. “Acabo de assinar o decreto de calamidade, por conta da situação específica do coronavírus no mundo, no Brasil e no Piauí. Tivemos uma ampliação de casos suspeitos, ontem fechamos o dia com 63 e hoje nos aproximamos de 100, estamos com 93 casos.

Encaminhado para Alepi 

Ainda segundo informações do governador Wellington, o decreto assinado será encaminhado para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). "Vamos encaminhar ainda hoje para o presidente Themístocles Filho. A Assembleia deverá homologar ou não o decreto de calamidade", afirmou o governador.

Ministério da Saúde

Na noite desta quarta-feira, o Ministério da Saúde informou que o número de casos de infecção pelo novo coronavírus subiu para 428. Em 24 horas, foram 137 novos registros contabilizados pelo governo federal, crescimento de 47%. Quatro das vítimas infectadas pelo novo coronavírus no Brasil morreram. Todas as mortes ocorreram em São Paulo.

Em comum, as vítimas eram homens com com idades acima de 60 anos e doenças pré-existentes. Eles foram atendidos em um hospital privado da capital paulista.

O boletim mostra ainda que 17 unidades da federação já confirmaram casos da covid-19. Além de São Paulo, Rio e DF, registram infecções pela doença os seguintes Estados: Rio Grande do Sul (19), Pernambuco (16), Minas Gerais (15), Paraná (13), Santa Catarina (10), Espírito Santo (9), Ceará (9), Goiás (8), Mato Grosso do Sul (7), Bahia (3), Sergipe (5), Amazonas (1), Rio Grande do Norte (1) e Alagoas (1).

Os casos suspeitos, por sua vez, subiram de 8,8 mil para 11,2 mil de um dia para o outro. A quantidade de casos descartados se manteve em cerca de 1.800. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários